sexta-feira, 14 de março de 2008

Flor-de-lis


Foi uma flor-de-lis

que eu vi ali,
sozinha no jardim da França.

Arranquei-a de seu mundo
(ah, se Luís me visse agora)
e com suas pétalas pus-me a brincar.

Bem-me-quer...
Mal-me-quer...
Bem-me-quer...
Mal-me-quer...

Ah, Luís, eram pétalas demais.
Eram tantas que desisti...

Parei no bem-me-quer.

Nenhum comentário: